Jogando meu corpo no mundo · poderia ser uma crônica

Janela beatnick

Ela ama postos de gasolina de beira de estrada Ela gosta dessa vista beatnick Desse parágrafo do Jack Kerouac tomando forma Toca Dylan dentro dela A estrada é folk O café é blues O tum-tum-tum do coração é jazz "Pela janela, quem é ela, quem é ela...eu vejo tudo enquadrado". (Poesia da foto é do… Continuar lendo Janela beatnick