Para o velho Gabo

"O mundo era tão recente que muitas coisas careciam de nome e para mencioná-las se precisava apontar com o dedo"Gabriel Garcia Marquez Eu ia começar te dizendo pra tu me "devolver o Neruda que você me tomou e nunca leu", só pra citar Chico Buarque e iniciar uma carta com uma frase tão potente quanto … Continue lendo Para o velho Gabo

A ‘barrigudeira’ genial: o invisível que nos excita e outras paisagens

"O que havia além do bairro, além de seu perímetro mais que conhecido?" Eu sou filha única e isso já explica muito. Entrei na escola - a uma quadra da minha casa - com dois anos de idade e fique lá até os dezessete. A padaria, a farmácia, a biblioteca, o hospital, a casa da … Continue lendo A ‘barrigudeira’ genial: o invisível que nos excita e outras paisagens

Eu moraria numa canção da Nina Simone

Agora eu nem sei mais se a biografia é da Patti Smith ou se sou eu em alguma espécie de transferência Freudiana. Porque se eu também tivesse parado no Nedick's e colocado uma moeda na JukeBox, escolheria Nina Simone sem dúvida alguma... Se existe uma trilha sonora para um café e uma rosca de despedida? … Continue lendo Eu moraria numa canção da Nina Simone