Pescoço Modiglianico

Do alto do pescoço Modiglianico eu vejo numa tinta amarelo Nápoles carne um pedaço da tua mão enrolando os cachos de branco titanium na frente do meu rosto.

Então ter trinco e cinco anos é exactamente ter cabelos brancos, não caber nas calças e ter os olhos profundamente infantis?

O vermelho de cádmio escuro é da cor do ensopado de lentilha que eu cozinho na minha mente…

enrolada no frio europeu das páginas do Anna Karenina que enfeita a sala de minha mãe…

A verdade é que do alto do meu pescoço Modiglianico eu vejo o mês de agosto…tão amarelo de Cádmio quanto uma gema de ovo caipira…

Eu não quebro meu pescoço por coisa alguma e pousa em mim o Carcará…

Sou morada de ave, pinceladas de Modigliani e olhos infantis…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s