Abril despedaçado: álbum poético para obsessivos compulsivos

Eu comecei a apertar os dentes na metade de Abril. Assim, bem forte, como se houvesse um pedaço de rapadura entre eles. Só que não tinha nada. Nem era doce, mas era duro e foi piorando. Então eu fritava um bife, me virei para escolher uma música e esqueci de voltar. O bife ficou esturricado, … Continuar lendo Abril despedaçado: álbum poético para obsessivos compulsivos

Anúncios