Sem categoria

Um aperitivo: “Menino apaixonado, 1981”

20181212_103722373756657359565092.jpg

Eu gosto de viagens no tempo e livrar a casa de cupins numa quarta puro ócio pode proporcionar esse atravessamento. No final do buraco de minhoca volto a 1981, o dia em que meu pai, num postal, assina “menino apaixonado”. Num salto, dentro de diários antigos, me encontro com meus cachos e as letras apressadas copiando versos de Leminski e, nos guaches espalhados, uma tentativa de imitar o diário de Frida Kallo. Eu era tão corajosa e nessa época a gente não sentia que essas nossas pequenas e clandestinas paixões devessem ser divididas com o mundo ou um público tão pequeno como esse que senta às mesas deste restaurante.

De fundo a Ella canta. Há poucos segundos os scats davam o tom da força com a qual eu varria os cupins da parede. As marcas dos buracos de minhoca, do tempo, ficaram. As cartas também. Retorno pra 2018 pronta para o futuro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s