Sem categoria

A amiga genial: eu não me importaria em colocar a chaleira no fogo por você.

O cenário é bonito. Não fosse ter desistido das aulas de pintura à óleo daria um quadro. Sentada no sofá vermelho, almofadas turquesa, os livros de pintura na mesa de centro, a chaleira de café (TAMBÉM VERMELHA) esquentando a água, o moleskine em capa dura e flores miúdas que ganhei no último sete do sete,… Continuar lendo A amiga genial: eu não me importaria em colocar a chaleira no fogo por você.

Sem categoria

O sertão vai virar Mar, Maranhão.

Tem lugar que experimenta as quatro estações e eu imagino quanta poesia isso possa render. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Aqui no Maranhão primavera e outono são conceitos. Mas hoje eu tenho certeza que agosto aportou por essas bandas e trouxe consigo o verão. A gente meio que teme o verão- especialmente se você mora perto da linha do… Continuar lendo O sertão vai virar Mar, Maranhão.

Sem categoria

Um choro e um chão: Zé e Pixinguinha cantam a ‘carinhosa’ de 2001/2002

É difícil acreditar que Carinhoso (Pixinguinha&Braguinha) não fez sucesso de imediato; e que assim que a melodia foi composta, Pixinguinha a deixou numa gaveta por pelo menos dez anos. Parece que ela só começou a ser o sucesso que é até hoje depois que Braguinha - a pedido da atriz e cantora Heloísa Helena-, às… Continuar lendo Um choro e um chão: Zé e Pixinguinha cantam a ‘carinhosa’ de 2001/2002