Janela beatnick

Ela ama postos de gasolina de beira de estrada Ela gosta dessa vista beatnick Desse parágrafo do Jack Kerouac tomando forma Toca Dylan dentro dela A estrada é folk O café é blues O tum-tum-tum do coração é jazz “Pela janela, quem é ela, quem é ela…eu vejo tudo enquadrado”. (Poesia da foto é do…

Febre mágica ou Borges para dores crônicas

Quando a gente puxa da memória poetas, poesias, livros e capas que são como “febre mágica”, nem sempre as circunstâncias foram iguais àquelas que narramos…encontrar um texto que fale disso, os bastidores da memória, sem culpa alguma (eu sempre me cobrei ter todos os detalhes, eles até me tiravam o sono) é reconfortante. Borges consegue…