“Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é… “

Tomate confitado no azeite; As cores de Van Gogh vistas da janela do ônibus; Uma crônica da Martha Medeiros que fale comigo; Sorriso de gente desconhecida; A poesia de Manoel de Barros; O mar; A chuva da janela do ônibus; Estradas desconhecidas(e vermelhas); O sol entrando pela casa; Páginas amarelas; Canetinhas coloridas; Uma Biblioteca nova; … Continue lendo “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é… “

“É de lirismo verdadeiro que precisamos…”

  Não há nada que me pare tanto como a vida nua, crua, direta. Talvez seja por isso que, quando ela se materializa em palavras eu aprecie a crônica, e quando ela se condensa em imagens, o documentário e a fotografia me fascinem tanto. O que a gente gosta na vida é quando ela nos … Continue lendo “É de lirismo verdadeiro que precisamos…”