A descoberta de Clarice…

Não foi num 6 de Julho, isso eu sei. Mas foi um sentimento. Eu trazia o primeiro Clarice Lispector pra casa. Eu já tinha ouvido alguns burburinhos: era mulher e sentia demais.

Será que ela abraçava livros como eu? Ela os cheirava? Será que releu Anna Karenina (Tolstoi) só pra que o inverno do livro coincidisse com as chuvas do lado de fora de mim?

O que eu quero contar é algo tão delicado quanto a própria vida“: quase no final do livro havia um conto. O conto de uma menina que teve por alguns minutos o coração na boca só por ter conseguido o livro tão desejado emprestado.

Essa menina era eu…

Clarice me escreveu…

E fez uma paixão tomar forma. Era minha felicidade clandestina.

Era um poema se materializando.

Eu deitei no quarto olhando pro teto…e sorri. Sorri desses sorrisos de quando a gente tem “delicadeza dentro da gente “…

Eu sinto demais…

10 comentários Adicione o seu

  1. Mais uma jóia,moçacombrincodepérola💎💐🌸🌷👍👏!São aqueles raros momentos de tanta delicadeza,momentos divinos👼,que nos tocam profundamente,não é?

    Curtido por 2 pessoas

    1. Sim!!! São tão raros e tão tocantes que apesar do tempo passado o sentimento ainda permanece forte, como se fosse o primeiro encontro!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Este seu post é mais uma jóia!Parabéns!

    Curtido por 2 pessoas

  3. Pois é,se todas as pessoas soubessem como a arte(um livro,uma pintura,uma música,ou qualquer outro tipo de arte)tem a capacidade de transmitir a plena e pura felicidade,não precisariam procurar outros meios,que apenas dão uma pequenina e momentânea alegria.Talvez apenas as pessoas com uma percepção maior,pessoas mais elevadas sintam eesa grandeza que a arte passa.Parabéns,
    moçacombrincodepérola!Acho que vc é uma dessas pessoas com grandeza de sentimentos,pronta a reparar e aproveitar para se enriquecer mais com a grandeza da arte.Que vc sempre seja assim e passe essas fortes e boas emoções para seus leitores.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Poxa, que elogio lindo!!! Obrigada por também sempre ter um tempo pra dizer gentilezas . Vc passa fortes emoções toda vez que passa aqui!!!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Eu também te agradeço pelas belas palavras!!!Sempre que posso passo pelo seu site e dos outros porque suas postagens são SUPER.Verdade!O que vcs postam me inspiram.Muito bom.😀Até quando estou “mais ou menos”,ver o que vcs,amigos publicam em seus sites já me fazem sentir bem,logo de cara.Pode crer!Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Lunna Guedes disse:

    Acho fascinante a relação de um leitor com o seu autor. Já gostei de Clarice. Eu sou feita de fases, como a Lua e Cecília. Amo os meus suicidas de tempos em tempos. Sou apaixonada por tantas figuras e já escrevi cartas inteiras a eles, e sempre encontro respostas nas linhas deixadas por eles. rs

    bacio

    Curtido por 1 pessoa

    1. Lunna, essa relações são incríveis não é mesmo? Hoje em dia eu ando saudosista dessas fases e relendo muito dessa época como se fosse pra ter as sensações de volta…mas é incrível como nosso olhar é outro, mais maduro. Mas que rola uma felicidade boba por ter tido essas fases e por cada coisa que aconteceu entre nós e o autor, entre nós e o livro físico, entre nós e um trecho ou outro…abraços!!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s