A descoberta de Clarice…

Não foi num 6 de Julho, isso eu sei. Mas foi um sentimento. Eu trazia o primeiro Clarice Lispector pra casa. Eu já tinha ouvido alguns burburinhos: era mulher e sentia demais. Será que ela abraçava livros como eu? Ela os cheirava? Será que releu Anna Karenina (Tolstoi) só pra que o inverno do livro…

Um Blues para 2017

*ficção com pedaços da realidade  Eu cheguei à conclusão, enquanto escovava os dentes, de que se a gente ia pegar a estrada, eu teria que levar um livro debaixo do braço. Pensei em qualquer um de capa bonita de que a Clarice  havia se apropriado assim que deixei meu quarto de solteira pra casar. Lá…